terça-feira, 30 de setembro de 2008

CICLOS EM NOSSA EXISTÊNCIA.


Viver para mim significa crescer profundamente para dentro.
Crescer internamente e refletir externamente esse crescimento, por meio de atos e palavras.
Algo muito importante para mim é encarar que a existência acontece em ciclos – “ciclos positivos e ciclos negativos”.
Algumas pessoas chamam de fases, momentos, períodos, etc.
Esses ciclos são formatados em crenças nas frases:
“Depois da tempestade vem a bonança”.
“Não é por acaso que a noite é sempre mais escura um pouco antes de amanhecer” e muitas outras.

Observe como que fica com relação:
· Ao corpo físico:
o Quando estamos no ciclo positivo somos resistentes à doença, sentimo-nos fortes, com enorme bem estar e alinhados.
o Quando estamos no ciclo negativo o alinhamento se quebra gerando doenças, fraquezas e mal estar.

· Ao corpo emocional:
o No ciclo positivo somos criativos, sensíveis, bem humorados, saudáveis, percebemos melhor a realidade e a nós mesmos.
o Quando estamos no negativo nos sentimos miseráveis, tristes, negativos, deprimidos, abatidos, nervosos, mexidos, muito para baixos.

· Ao corpo mental:
o No ciclo positivo a memória está ótima, a atenção idem. Estamos receptivos às mudanças, ao conhecimento e as funções lógicas e analíticas.
o No negativo ficamos reacionários, temos dificuldade em memorizar, ficamos resistentes a mudanças e ao conhecimento.

Quando os 03 (três) corpos estão no positivo, vivemos momentos de amor, prazer e êxtase.
Quando os 03 (três) corpos estão no negativo, vivemos momentos de desamor, dor e depressão.
Como lidar com esses ciclos em nossa existência?
Auto observe-se, mantenha-se atento e vigilante ao que lhe acontece diariamente;
Caso esteja atravessando um “ciclo negativo”, reconheça e acolha o ciclo.
Compreenda que isso é natural, faz parte da vida e todos nós passamos por esses ciclos. Isso é impessoal.
Faça essa energia que está concentrada, circular. DANCE mesmo que seja sozinho(a) em sua sala! CANTE no carro, em casa, no banheiro! CONHEÇA E PRATIQUE OS RITOS TIBETANOS! FAÇA YOGA! FAÇA ACUPUNTURA! FAÇA MASSAGEM! E se tudo isso não resolver procure ajuda psicológica e médica. Faça enfim o que for necessário, de maneira ética, legal e moral para retornar ao “ciclo positivo”. Vale a pena.
Faça um diário e anote o que acontece nos ciclos. Após um tempo que varia de pessoa para pessoa, você perceberá quando está passando por determinado ciclo ou mesmo começando a entrar nele. Isso será muito útil para ajudar a detectar o que leva cada um de nós ao “ciclo negativo” e lidar com o que nos acontece antes que nos contamine por inteiro. E por vezes quem sabe até evitar fazer algo que nos prejudique a curto, médio e longo prazo.
Quando perceber-se no “ciclo positivo” é momento de expansão, de celebração, de intensificação, de comemoração!

De ciclo em ciclo vamos conhecendo-nos cada vez mais e aprendendo a lidar com o que nos acontece de forma leve, agradável, prazerosa e amorosa.
Expanda ciclos de muita alegria e felicidade, isso proporcionará mais saúde, mais juventude e mais beleza.
Sucesso e sinta todo o meu amor.

3 comentários:

Fernanda disse...

Está muito legal seu blg mãe! Tomara que as pessoas se identifiquem e aprendam a se perceberem melhor ao ler suas palavras, pois muitas vezes nos falta mesmo um pouco de consciência de nós mesmos.
Amo você!!! Beijos, Fer.

Macleiser Tosati disse...

Oi amadinha linda, que saudades de você. Sempre com palavras sábias no hora certa.
Eu blog é maravilhoso, adoro ler e reler suas mensagens de expansão e reflexão.
Bjs no coraçao.
Namastê
Macleiser Tosati

Profª Eni disse...

Norma,

Estou divulgando o seu trabalho!
é muito bonito!
Poeta linda, que belos poemas você anda escrevendo, hein??

Adorei!!!!!!!!!

Bjsssssssssssssss!!!!!!!!!!!!!!

Te amo muito!