sábado, 10 de julho de 2010

MOMENTO PRESENTE

Para mim, desapegar-me significa renunciar ao modo como julgo que as coisas deveriam funcionar e, ao renunciar de um determinado resultado ou de uma determinada situação, deixam de existir expectativas e ao inexistirem expectativas, eu me liberto de padrões que me bloqueiam, me limitam e me impedem de vivenciar uma perspectiva mais abrangente e, então, eu passo a viver intensa e plenamente o momento presente!

Um comentário:

Dícler de Assunção disse...

Querida Norma. Tenho tido o privilegio de estar junto e perto de você, acompanhando o seu desabrochar em sabedoria, inteligência, perspicácia, e coisas do gênero da dimensão da consciência, para pegar a trilogia da essência segundo alguns: SER, CONSCIENCIA e FELICIDADE. Para mim tem sido muito bom em termos de aprendizado e de oportunidade de observação, sem falar da minha participação e comprometimento.
E o que mais tem me tocado ultimamente nessa sua expressão mais recente é a sua capacidade de substituir julgamentos, classificações e assertivas, por perguntas. POR QUE SERÁ QUE....? Sinto que há um grande futuro nessas suas reflexões sábias, provocativas e abertas. Do seu marido, admirador e fã, Dícler